Weco
TodasNovidades

100º Aniversário da WECO | Os primeiros passos da expansão

By Dezembro 16, 2021 Setembro 29th, 2023 No Comments

A década de 1970 pode ser considerada como a “década de expansão” e um passo significativo para a WECO.  Apesar de algumas expansões de fábrica, a antiga fábrica no centro de Hanau não era mais adequada para abrigar a produção e o aumento do pessoal de 250 funcionários.

A WECO adquiriu um novo local na periferia de Hanau em 1971 e começou a planejar uma fábrica e uma sede maiores. As obras de construção começaram em 1974 e, após alguns inconvenientes principalmente devido à crise do petróleo, a WECO finalmente mudou-se para seu novo prédio na Donaustrasse 15 em 1976, onde a fábrica ainda está localizada.

1976 - Firma im Industriegebie

Durante os anos setenta, a produção aumentou para atender às necessidades dos clientes da WECO e, embora isso fosse visto como positivo, as pressões de preços causadas por salários e vencimentos quase cinco vezes maiores em comparação aos últimos 25 anos exigiram que a WECO se reinventasse. O gerente geral da WECO naquela época, Dr. Walter Ebbinghaus e os acionistas desenvolveram uma nova estratégia e procuraram um segundo local de produção. Desta vez a Tunísia foi a escolha, dado seu custo competitivo, proximidade e força de trabalho altamente qualificada.

Com sua nova localização e maior capacidade de produção, a WECO entrou em um novo segmento de mercado que consiste em sistemas de aquecimento, ventilação e ar-condicionado, ou “HVAC”. Para ter sucesso neste mercado, a WECO projetou novos produtos para atender às duras condições ambientais, incluindo amplas flutuações de temperatura e umidade. Para este fim, a WECO utilizou compostos plásticos especiais para as carcaças e revestimentos de superfície de engenharia selecionados para os componentes metálicos. Este novo mercado contribuiu para o desenvolvimento da WECO de várias novas soluções de conexão ao longo dos anos, usando seu conhecimento e experiência anteriores, resultando no desenvolvimento de um novo conceito de conector plug-in desenvolvido com sua geometria única e peças de travamento para resistir a vibrações. Esta foi a base para a extensa gama atual de bornes para placas.

Gruppe4.1967.12 - Seite 21

A gama de produtos da WECO foi ainda mais aprimorada durante este período com seu portfólio de conectores “planos” ou de abas montados em uma tira de terminal. Este novo projeto de conectores aumentou a flexibilidade na produção para nossos clientes, permitindo a montagem modular onde vários módulos poderiam ser fácil e rapidamente “plugados”. Estas conexões por abas foram a primeira geração de nossa atual série 307, pois provaram ser confiáveis em resistir a vibrações e condições adversas, tornando-se assim o padrão na indústria de HVAC e ainda amplamente aceito.

A linha de produtos evoluiu para permitir múltiplas conexões em um pólo, para que os clientes pudessem personalizar a conexão entre cada pólo e múltiplas saídas, uma inovação para o produto da WECO. Outras soluções de conexão com conectores com abas foram implementadas graças à moldagem interna de caixas plásticas que deram origem a nossas séries 420 e 406/407/408, uma tira de terminal em PVC com abas.

Technician and Capacitor

A vantagem das tiras de terminais plug-in com abas provou ser eficiente quando se trata de manutenção. Aqui, os tempos de manutenção são reduzidos, pois as conexões podem ser desconectadas de forma rápida e segura e depois reconectadas com segurança quando a manutenção estiver completa. Com um padrão industrial para dimensões de abas, o risco de um contato ficar solto devido a vibrações é reduzido a quase zero e, desde então, a indústria de ar-condicionado confiou na WECO como um parceiro ideal e confiável para produtos existentes e novos desenvolvimentos.

Na virada do século 20, a WECO acelerou seu desenvolvimento. Nos próximos dias, você aprenderá mais detalhes sobre como a WECO alcançou a expansão global com novas instalações e mercados, como aparelhos eletrodomésticos, e enfrentou os desafios das próximas décadas.